Comunidade Educadora Vale do Cuiabá

mãe de Maria Antônia Vieira Lopes, de quatro anos e meio que está no Grupo III da creche neste ano.

“A creche vem sendo muito importante para o aprendizado da minha filha, Maria Antônia. É muito gratificante ver a evolução dela. Qua... veja mais

contato
voltar

Notícia

Descobrindo a Natureza Morta

05/09/2018

No mês de agosto, em Artes Visuais, as crianças da Escola de Ed. Integral Padre Quinha conheceram o gênero de pintura Natureza Morta, já que foi um dos estilos artísticos que se desenvolveu durante o século XVI. 
No intuito de desenvolver habilidades práticas e artísticas, cada turma teve a oportunidade de experimentar a técnica do desenho de observação, além de mergulhar na teoria da Arte que se originou no século XVI. Dentre as técnicas e os conceitos aprendidos estão: linha e traço; forma; proporção; perspectiva e claro-escuro (sombreamento).
Cada criança foi convidada, então, a observar e contemplar uma composição de Natureza Morta, a fim de exercitar a prática do desenho de observação, assim como sensibilizar o seu olhar para estimular a percepção das variadas cores, formas e texturas que nos rodeiam. Sendo assim, ampliaram o seu repertório de imagens e técnicas artísticas, de acordo com o projeto desse ano. 
"Foi uma experiência diferente e prazerosa! E ao final da atividade apresentaram o que produziram com orgulho e satisfação!", contaram as professoras Talita Dibb e Renata Wepler

Comentários

Confira também

Uma viagem teatral ao século XVI

18/09/2018

Trabalho busca desenvolver a espontaneidade, potencial criativo e liberdade de expressão em todos os níveis

veja mais

Alunos constroem terrários e discutem o meio ambiente

14/09/2018

O trabalho incluiu uma aula sobre sementes e a forma certa de plantar cada uma

veja mais

Brincando de fazer conta

11/09/2018

Alunos do 4º ano conhecem a Sala de Matemática, novo espaço da Escola Padre Quinha

veja mais

As palavras de Shakespeare

03/09/2018

Crianças aprender sobre o vocabulário do escritor na aula de inglês

veja mais